carregando...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

25 de outubro de 2022

CCS - COORDENADORIA DE COMIUNICAÇÃO SOCIAL GABINETE PARCEIROS SEMED SEMUSA

Superintendência de Autismo participa de Rodas de Conversa da ESF da Saúde

Objetivo é informar aos servidores das UBSs sobre o atendimento a autistas

 

A Superintendência Especial de Inclusão e Atendimento Educacional Especializado para Pessoas com Transtorno do Espectro Autista (Suptea) da Secretaria Municipal de Educação (Semed) participa, a partir de hoje, terça-feira (25), do Projeto Rodas de Conversa desenvolvido pela Estratégia Saúde da Família (ESF) da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

Na reunião entre o Prefeito de Ji-Paraná, Isaú Fonseca, a secretária municipal de Saúde, Wanessa Oliveira e Silva, o secretário-adjunto da Semusa, Ivo da Silva e o superintendente Suptea, Robson Casula, ocorrida no mês de setembro, ficou acertada a participação do órgão nas Rodas de Conversa realizadas pela ESF em todas as UBSs do município.

De acordo com a diretora do ESF, Marlene Silva Alencar, a primeira Roda de Conversa da equipe com servidores da Saúde está marcada para hoje, terça-feira, a partir das 14 horas, na UBS L1 Maringá, localizada no 2º distrito. Casula estará acompanhado da neuropsicopedagoga, Léia Teixeira, da Suptea da Semed.

O objetivo da parceria, segundo técnicos, é informar aos servidores das UBSs do que está sendo realizado em termos de políticas públicas para as pessoas com autismo em Ji-Paraná, como a criação de um link, disponibilizado no site oficial da prefeitura para o cadastro dos autistas e a criação de uma carteira funcional para facilitar a identificação, visando o atendimento prioritário e diferenciado, conforme a Lei Municipal nº 3547/2022.

“Nós queremos, com essas reuniões com os servidores das UBSs, pôr em prática as políticas públicas já previstas em lei para os autistas, que garantem proteção e ampliação dos direitos das pessoas autistas no nosso município, principalmente, em relação ao atendimento deles nas unidades hospitalares”, explicou a Léia Teixeira.

FOTOS: André Negrete