carregando...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

11 de outubro de 2022

CCS - COORDENADORIA DE COMIUNICAÇÃO SOCIAL GABINETE SEMUSA

Semusa incentiva limpeza de quintais para evitar mosquito da dengue

Pneus, garrafas e latas estão entre os materiais que devem ser eliminados 

Para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya, zika e febre amarela urbana, a Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), incentiva a todos os moradores para que aproveitem o restante deste período de estiagem e eliminem de seus quintais possíveis criadouros do inseto.

Materiais que possam acumular água devem ser removidos de quintais e também dos jardins, já que formam ambientes favoráveis ao desenvolvimento da larva do mosquito. Atenção para vasos de plantas, floreiras, calhas entupidas, pneus, garrafas e tampas, galões, latas, plásticos, descartáveis, caixas d’água desprotegidas e material inservível disposto inadequadamente.

Se morador tiver uma bromélia em casa, saiba que a planta está na lista de possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti, devido ao formato das folhas. Sua estrutura conta com uma parte chamada “tanque” ou roseta no centro, onde se acumulam nutrientes e água, favorecendo a proliferação de insetos, inclusive a do mosquito da dengue.

“Portanto, plantas como as bromélias devem ter a água retirada de seu interior, por formarem ambientes propícios ao desenvolvimento das larvas do inseto. A atenção dos moradores de Ji-Paraná deve estar voltada à eliminação de todos os criadouros”, incentiva Salatiel Alves Carneiro, diretor da Divisão de Endemias.

Ele observou ainda que além da retirada de potenciais criadouros dos quintais e jardins, é importante que proprietários de terrenos baldios se conscientizem da necessidade de mantê-los livres do mato, já que ambientes com aparência de abandono, são um convite ao descarte irregular de lixo, repleto de materiais que poderão se transformar em criadouros do mosquito.