carregando...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

4 de maio de 2022

CCS - COORDENADORIA DE COMIUNICAÇÃO SOCIAL GABINETE SEMASF

Semasf promove ações de combate ao abuso e exploração sexual

O objetivo é informar para prevenir as crianças e adolescentes

 

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Família (Semasf), promove, referente ao mês Maio Laranja, um ciclo de palestras voltado para a Campanha de Combate ao Abuso e Exploração Sexual à Criança e Adolescente – Faça Bonito – em escolas e nas unidades dos Cras.

O objetivo é munir crianças e adolescentes com informações de como identificar, proteger e denunciar as situações de abusos. As palestras iniciaram na segunda-feira (2), na Escola Estadual Juscelino Kubistchek (2° distrito) e no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) São Francisco. O cronograma segue até o dia 17 de maio.

No primeiro dia, mais de 200 crianças participaram das palestras. Na terça-feira (3), servidores do Cras São Francisco e cerca de 600 adolescentes da Escola Juscelino Kubistchek participaram de ações preventivas, orientados pela equipe do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).

Para a coordenadora do Creas do Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (Paefi), Glécia Ranny Alves, as ações vão de encontro aos serviços prestados nos atendimentos psicológicos às vítimas e suas famílias. “Nosso trabalho não é investigativo e, sim, de atendimento ao indivíduo e à família quando somos acionados”, garantiu.

No primeiro quadrimestre de 2022, foram notificados 48 novos casos, sendo 30 deles de abusos de crianças e adolescentes em Ji-Paraná. Nos anos de 2020 e 2021, foram registrados 110 e 84 casos, respectivamente.

A Lei Federal nº 9.970, que instituiu o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Infanto-Juvenil, foi criada no dia 18 de maio de 1998 e sancionada em 2000, quando 80 entidades públicas e privadas se reuniram no estado Bahia para lutar pelo fim da exploração sexual e comercial de crianças na Tailândia.

O símbolo da campanha é uma flor que faz referência aos desenhos da primeira infância, além de associar a fragilidade de uma criança. O slogan Faça Bonito – Proteja nossas crianças e adolescentes traz um alerta para chamar a sociedade para assumir a responsabilidade de prevenir a violência doméstica.