carregando...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

18 de janeiro de 2023

CCS - COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL GABINETE SEMUSA

Reforço oral contra a pólio é aplicado nas UBSs Dom Bosco e L1 Maringá

Vacina VOP está prevista no calendário de rotina do Ministério da Saúde

Crianças de 1 ano a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias) devem receber o reforço vacinal oral contra poliomielite (VOP), previsto no calendário de rotina. A partir desta semana, a VOP passará a ser aplicado exclusivamente nas unidades básicas de saúde (UBSs) Dom Bosco (1º distrito) e L1 Maringá (2º distrito), de segunda a quinta, das 8h às 11h e das 14h às 17h, e às sextas, das 8h às 13h. Com a mudança, a Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Divisão de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), pretende otimizar os atendimentos.

A imunização contra a pólio é composta por duas etapas. A primeira, com a vacina injetável (VIP), que é administrada em três doses, com dois, quatro e seis meses de vida. A VIP segue disponível em todas as UBSs urbanas do município. A VOP é o reforço vacinal oral (gotinhas), que deve ser aplicada em crianças de 1 ano a menores de 5 anos.

“A mudança na aplicação da VOP visa dinamizar e otimizar esse atendimento. Fazendo-o de maneira centralizada, em duas unidades, uma em cada distrito. Assim, conseguimos atender às crianças que precisam tomar o reforço vacinal e evitamos ainda o descarte de doses”, explicou Cristiane Della Libera, enfermeira responsável técnica da Divisão de Imunização.

A Poliomielite (paralisia infantil) é uma doença contagiosa aguda causada por vírus que pode infectar crianças e adultos e, em casos graves, pode acarretar paralisia nos membros inferiores. A vacinação é a única forma de prevenção contra a doença e todas as crianças menores de 5 anos devem ser imunizadas.

FOTOS: Acervo CCS