carregando...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

29 de agosto de 2022

CCS - COORDENADORIA DE COMIUNICAÇÃO SOCIAL GABINETE PARCEIROS SEMASF

Programa Famílias Fortes encerra primeira turma no Bosque dos Ipês

Cras Jardim dos Migrantes iniciou o projeto, em parceria com a Adra

Em quase três meses de trabalho, o Programa Famílias Fortes encerrou a primeira turma no espaço do Projeto Renascer, na Igreja Adventista do Sétimo Dia, no bairro do Bosque dos Ipês (1º distrito), nesta quinta-feira (26). Foram atendidas 15 famílias e 30 adolescentes pela equipe do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Jardim dos Migrantes, em parceria com Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (Adra).

Promovido pela Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semasf), o Programa Famílias Fortes, assim como o Projeto Renascer da Adra, atua com pais e filhos em situação de vulnerabilidade social e econômica. O objetivo é que as famílias desenvolvam um convívio e um relacionamento sadio entre eles todos os dias.

Para a secretária da Semasf, Ana Maria Santos Vizeli, o fortalecimento das políticas públicas possibilita que o número de crianças atendidas seja maior. “O principal objetivo do Famílias Fortes é reforçar os vínculos familiares e que possamos ter uma sociedade mais saudável. E a Prefeitura vem atuando por intermédio da assistência social em realizar oportunidades para essas famílias”.

Segundo o coordenador do Projeto Renascer da Adra em Ji-Paraná, Jairo Brandão, é fundamental esses programas que abrange crianças e adolescentes para que tenham mais opções de atividades além da escola. Ele afirmar que é importante quebrar um círculo ocioso onde essas crianças possam crescer e contribuir para uma sociedade melhor.

O projeto Renascer, lançado em maio de 2022, oferece atividades de reforço escolar, artes, musicalidade com instrumentos, natação e futebol (quadra do Saint German) no espaço da Adra, na Igreja Adventista Sétimo Dia, no bairro do Bosque dos Ipês. Esse projeto, mantido com recursos parlamentares, será realizado anualmente com crianças deste bairro.

A coordenadora da Adra na região sul de Rondônia, Andrea Geir, ressalta que está encerrando a turma do Programa Família Fortes em parceria com a Prefeitura de Ji-Paraná. E que vão seguir com o processo do Projeto Renascer, que tem um papel muito importante na vida dessas pessoas. Segundo ela, os relatos das mães mostram o saldo positivo dos trabalhos realizados.

A coordenadora do programa, em Ji-Paraná, Vanuza Fernandes, reforça o sentimento de gratidão. “Não tem preço ouvir relatos de mães que participaram do programa e das mudanças que elas precisam realizar. Saber que através de um projeto tão simples, podemos ver que muitas mães refletiram e que fez diferença na vida de cada um que participou”, admitiu a coordenadora.

Para a mãe, Andréia Viana da Silva, acredita que se tivesse mais projetos como este conseguiria resolver as dificuldades em que se encontrava. “Eu não tive uma pessoa que me ensinou o que eu aprendi aqui no programa Famílias Fortes. Hoje, o convívio na minha casa mudou e eu posso ensinar meu filho, um adolescente, que poderá aprender diferente do que eu aprendi”, relatou.

A coordenadora do Cras Jardim dos Migrantes, Lidiane Tanazildo, agradeceu a toda sua equipe que acompanhou e desenvolveu o projeto com as famílias envolvidas. “É um trabalho que não é fácil, porque nós como facilitadoras sabemos das dificuldades. O programa ensina a superar as fragilidades, a serem mais fortes, porque os filhos estão frágeis. Então é emocionante ver o que o programa está realizando na vida deles”.

O Programa Família Fortes iniciou outras turmas nas unidades dos Cras São Francisco, Roda Moinho, no 2° distrito, e Morar Melhor, 1° distrito. Vanuza Fernandes ressaltou ainda que cerca de 300 famílias serão atendidas por este plano nacional de assistência social no município de Ji-Paraná.