carregando...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

28 de setembro de 2022

CCS - COORDENADORIA DE COMIUNICAÇÃO SOCIAL GABINETE PARCEIROS SEMUSA

Pit-stop do Dia Mundial de Combate à Raiva lembra importância da vacina

A campanha de imunização será realizada em dois sábados, nos dias 8 e 22

Um pit-stop educativo foi realizado, nesta quarta-feira (28), no Dia Mundial de Combate à Raiva, para destacar a importância da vacinação nos animais domésticos. A campanha de imunização será realizada pela Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ) da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), em dois sábados, nos dias 8 (1º distrito) e 22 de outubro (2º distrito).

A iniciativa desta quarta marcou o Dia Mundial de Combate à Raiva. Ela destacou, além da vacinação, a importância do acompanhamento em casos de acidentes envolvendo animais. No pit-stop, os motoristas e motociclistas que passaram pelo cruzamento das avenidas 6 de Maio e Marechal Rondon, no centro de Ji-Paraná, receberam panfletos educativos com informações sobre a doença.

“Chamamos a atenção da população para os perigos da raiva, que é uma zoonose controlável pela vacinação. Também aproveitamos para divulgar as datas da campanha de imunização, no 1º e no 2º distrito, pedindo para que as pessoas levem seus cães e gatos aos pontos de vacinação”, pediu a diretora da UVZ da Semusa, Vanda Aparecida Basso.

Para auxiliar na campanha de vacinação contra a raiva, a UVZ está convocando voluntários interessados em participar como vacinadores ou anotadores. Os interessados devem ter mais de 18 anos e precisam entrar em contato pelo e-mail ccz.jipa@gmail.com ou pelo Whatsapp (69) 99262-8359 para completar a inscrição.

Nos dois dias, a ação acontece das 8h às 17h, em pontos montados em escolas, Unidades Básicas de Saúde (UBS) e comunidades religiosas. Vacinadores e anotadores receberão certificado de participação, com 9 horas de carga horária. A Semusa também vai oferecer suporte com a alimentação dos voluntários nos dias da campanha.

“Instituições de ensino que ofereçam cursos técnicos ou graduação nas áreas agrárias, como medicina veterinária e técnico em agropecuária, podem incentivar a inscrição dos alunos. Profissionais que atuam nessas áreas também poderão se voluntariar para atuar como vacinadores. Os demais interessados, que não possuem formação agrária, conseguem se cadastrar para exercer a função de anotador”, ressaltou Vanda.

A vacinação antirrábica é destinada para cães e gatos com idade a partir dos quatro meses para a primeira dose e, posteriormente, os animais devem receber o reforço do imunizante anualmente. Os cachorros devem ser levados com coleiras e/ou guias e os gatos em caixas de transporte, sacos ou fronhas.

“A raiva é uma zoonose, causada por um vírus, que infecta animais domésticos e selvagens, e se transmite às pessoas pelo contato com a saliva infectada, através de mordidas ou arranhões. Os cães são os principais transmissores da raiva às pessoas no mundo. Em humanos, a doença chega a ser fatal em quase 100% dos casos”, alertou Thalia Domingos de Pinho, médica veterinária da UVZ.