carregando...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

13 de janeiro de 2023

CCS - COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL GABINETE SEMUSA

Mais de 1200 cirurgias eletivas foram realizadas em 2022

Número de procedimentos representa crescimento de 129%

 

Mais de 1.200 cirurgias eletivas foram realizadas, em 2022, pela Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), no Hospital Municipal Dr. Claudionor Couto Roriz. O número representa um crescimento de 129% nos procedimentos, em comparação ao ano anterior.

No total, foram 1.239 cirurgias eletivas, como procedimentos ginecológicos e gerais, cirurgias de hérnias, cálculo na vesícula e cirurgias intestinais, correção de traumas. No ano passado, também foram realizados 2.080 atendimentos ambulatoriais, com avaliação pré-operatória dos pacientes.

“Foram mais de 3 mil atendimentos, entre cirurgias eletivas, pequenos procedimentos e atendimentos ambulatoriais. Mais do que dobramos os números de procedimentos realizados em 2021. Esse trabalho só foi possível graças à colaboração de todos os membros da equipe cirúrgica do Hospital Municipal. Do zelador ao médico, todos têm a sua parcela de importância”, destacou Willian Mendes Codeço, enfermeiro e coordenador-geral das cirurgias eletivas do HM.

Devido à pandemia da Covid-19, as cirurgias eletivas foram paralisadas em 2020. Com a intenção de zerar a fila de espera, o Prefeito de Ji-Paraná, Isaú Fonseca (MDB), determinou a criação do Projeto Fila Zero, atendendo à demanda acumulada. Em 2022, a Semusa conseguiu diminuir o tempo de espera dos pacientes, reduzindo para 60 dias a espera média para cirurgias eletivas.

“Em 2022, entregamos o novo Laboratório de Análises Clínicas do HM e, em breve, vamos inaugurar o Centro de Diagnóstico por Imagem [CDI]. Com isso, vamos melhorar o atendimento e trazer mais conforto aos pacientes. O CDI de Ji-Paraná será o único de Rondônia e o mais completo da região Norte do Brasil. Mais um sonho que está se tornando uma realidade”, comemorou Wanessa Oliveira e Silva, secretária da Semusa.

FOTOS: Acervo CCS