carregando...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

18 de julho de 2022

CCS - COORDENADORIA DE COMIUNICAÇÃO SOCIAL GABINETE SEMED

Escola Ruth Rocha realiza formatura de duas turmas de Libras

Turmas foram formadas por professores da própria escola, pais de alunos e pessoas da comunidade

 

Ao menos 30 cursistas receberam certificados de conclusão do Curso Básico de Língua Brasileira de Sinais (Libras) em uma cerimônia realizada. nesta quinta-feira (14), na Escola Municipal Ruth Rocha, localizada no bairro Nova Brasília, 2º distrito de Ji-Paraná.

O curso oferecido à comunidade escolar foi organizado pela professora e instrutora em Libras, Cristiane Lacerda e pelo instrutor de Libras da Gerência de Educação Especial (GEE) da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Ronaldo Oliveira Veloso.

Receberam os certificados de conclusão de curso das mãos do secretário municipal de Educação, Jeferson Barbosa e do diretor da Ruth Rocha, Natal Messias, 30 cursistas, entre professores da própria escola, pais de alunos e membros da comunidade.

O Curso Básico de Libras teve carga horária de 40 horas, sendo duas turmas atendidas uma vez por semana, no período da manhã e tarde. O diretor Natal Messias aproveitou o encerramento do semestre e a formatura das turmas para promover um momento de lazer e integração com formandos e equipe gestora.

O secretário de Educação de Ji-Paraná lembrou da importância de dar continuidade ao curso e trazer para os cursos o maior número possível de interessados em aprender Libras.

“Vocês só não podem parar por aqui. Ofereceremos os cursos Intermediário e Avançado aqui na escola para vocês. É preciso que vocês assumam o papel de formadores e tragam cada vez mais pessoas interessadas em aprender a Libras para os nossos cursos, seja aqui na escola ou na Semed. Agora, vocês serão a voz, o interprete da pessoa surda aonde quer que vocês estejam”, garantiu Jeferson Barbosa.

“Sou mãe do José Eduardo, que estuda aqui na Escola Ruth Rocha. Eu já tinha feito o curso de Libras, em 2018, mas agora que teve aqui na escola do meu filho quis fazer novamente, junto com ele. Eu sou professora na Escola Aluísio Ferreira, mas moramos aqui pertinho. O curso é muito bom, a Cris e o Ronaldo são profissionais incríveis. Foi ótimo ter participado”, garantiu Franciele Sá Monteiro, mãe de um dos três alunos surdos matriculados na Ruth Rocha.