carregando...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

11 de agosto de 2022

CCS - COORDENADORIA DE COMIUNICAÇÃO SOCIAL GABINETE SEMAD SEMED

Aprovada a adequação salarial dos servidores efetivos da Prefeitura

O reajuste de funções gratificadas na Educação também foi acatado

Os vereadores da Câmara Municipal de Ji-Paraná (CMJP) aprovaram o Projeto de Lei Nº. 3.132, do Poder Executivo, que concede a adequação salarial aos servidores efetivos do município. O PL foi aprovado por unanimidade, na 23ª Sessão Ordinária, realizada na terça-feira (9). Com a mudança, o vencimento-base dos servidores da Prefeitura de Ji-Paraná passa de R$ 885,00 para R$ 1.212.

A votação do projeto foi aprovada com 17 votos favoráveis e nenhum contrário. De acordo com o secretário de Administração de Ji-Paraná, Jônatas França, o benefício irá atender a todos os servidores de apoio efetivos que tinham vencimento-base abaixo do valor do Salário Mínimo Nacional.

Zeladores, vigilantes, motoristas, porteiros, cuidadores, auxiliar de enfermagem, agentes administrativos, agentes de limpeza urbana, cozinheiros, eletricistas, recepcionistas, mecânicos e outros servidores que recebiam abaixo do salário mínimo serão beneficiados pela mudança.

No total, 872 servidores municipais receberam a alteração no vencimento-base, refletindo em R$ 500 mil na folha de pagamento mensal da Prefeitura de Ji-Paraná. A adequação também se estende para todos os benefícios calculados com o salário-base do servidor.

“É valorização e justiça com os servidores efetivos de Ji-Paraná, essas são as palavras que motivam a gestão do Prefeito Isaú Fonseca. Esse é mais um passo que foi dado em benefício aos servidores, garantindo que ninguém ganhe menos do que o salário mínimo”, garantiu o secretário Jônatas França.

Desde o início da gestão, a folha de pagamento de servidores efetivos da Prefeitura de Ji-Paraná passou de R$ 8,7 milhões para mais de R$ 12,5 milhões, um aumento de aproximadamente 45%.

Durante a ordinária, os vereadores também aprovaram, com 11 votos favoráveis e seis contrários, o Projeto de Lei Nº 3.131, que trata do reajuste das funções gratificadas (FG) de diretores, vice-diretores e secretários das escolas municipais.

Com o aumento, a FG de diretores vai variar entre R$ 1,5 mil a R$ 2,1 mil. Para vice-diretores o benefício será entre R$ 900 e R$ 1,3 mil e os secretários receberão de R$ 700 a R$ 900. O aumento é de 100%, se comparados aos valores pagos anteriormente. O benefício é calculado de acordo com o tamanho e quantidade de alunos de cada escola.