carregando...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

26 de setembro de 2022

AMT CCS - COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL GABINETE

AMT apresenta projeto de monitoramento na Expojipa

Ji-Paraná terá 49 pontos monitorados por 132 câmeras

 

Durante a 41ª Exposição Agropecuária, Industrial e Comercial de Ji-Paraná (41ª Expojipa), a Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes (AMT) fez demonstração (em vídeo) de detalhes do projeto de videomonitoramento que será implantado na cidade. A ação ocorreu no estande da AMT, montado no Espaço Multissetorial da prefeitura, no Parque de Exposição Hermínio Victorelli.

O sistema deve facilitar a identificação dos infratores da lei para monitoramento com nitidez de imagem em tempo real. Um recurso importante é a Base de Captura Geográfica, que faz busca de motocicletas, automóveis e caminhões em áreas definidas no mapa, listando possíveis veículos suspeitos.

Entre as inúmeras funcionalidades do sistema, há a “investigação”, mecanismo que possibilita cadastro de placas monitoradas pelo usuário criador da investigação, com a possibilidade de adicionar outros usuários, para que eles também tenham acesso aos alertas de capturas das placas monitoradas.

Em tela única, cada usuário visualiza as capturas das placas monitoradas nas investigações às quais têm acesso, tendo ainda à disposição alertas com fotos, dados do proprietário, informações da ocorrência e localização. Os alertas também podem ser enviados individualmente ao Telegram de cada usuário.

O projeto ainda prevê relacionamento investigativo integrado com as bases do Detran (CNH), Detran/Denatran, viaturas, blitze, estratos de telefonia, criminal (pessoas e ocorrências de crimes), circulação de passageiros de ônibus, pessoas detidas com uso de tornozeleiras eletrônicas e visitas prisionais, entre outras situações investigativas.

Os alertas em tempo real informarão a lista de veículos com ocorrências, roubados, furtados e aqueles que são propriedade de pessoas procuradas. Eles incluirão fotos, dados do proprietário, informações da ocorrência e localização, podendo ainda ser utilizado o recurso de filtros por tipo de ocorrência e localização.

“Iniciaremos monitorando 49 pontos da cidade, utilizando 132 câmeras, mas vamos buscar a Parceria Público-Privada [PPP] para, ao menos, dobrar o número de equipamentos. O empresário doará duas câmeras ao município. Usaremos uma no lugar que for necessário e a outra em frente à empresa, numa postura de colaboração mútua, também pensando na segurança do empresário”, explicou Oribe Alves Junior, presidente da AMT.