FALE COM A PREFEITURA  | Ji-Paraná (RO) 22/11/2017

Prefeitura de Ji-Paraná

Reajuste: Ji-Paraná aplica índice do Piso Nacional a todos os professores

Demais categorias também terão salários reajustados em setembro

___________________________________________________________________________________

As negociações entre o Executivo Municipal e o Sindicato dos Servidores Municipais (Sindsem) resultaram no anúncio feito pelo Prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires, na manhã desta sexta-feira, 1º de setembro, de um reajuste de 7,64% para professores, supervisores e orientadores da Rede Municipal de Ensino. O índice foi o mesmo calculado e utilizado pelo Ministério da Educação – MEC para o reajuste do piso nacional dos professores do magistério para 2017. As demais categorias também receberão um aumento acumulado de 5%, 3% concedidos anteriormente somados a mais 2% já a partir deste mês.

De acordo com o MEC, o percentual de 7,64% é um incremento de 1,35% acima da inflação acumulada de 2016, que foi de 6,29%, de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA). Com o reajuste, o salário do Professor Licenciatura Plena Nível II 40 horas de Ji-Paraná, por exemplo, passa de R$ 2.633,03 a R$ 2.834,19.

Na ocasião, na presença do atual presidente do Sindsem, Valcir de Souza, do presidente da Câmara de Vereadores, vereador Afonso Cândido (DEM), da secretária de Educação, Márcia Regina, do secretário de Administração, Nilton Motta, entre outros membros da diretoria do Sindsem, o Prefeito anunciou a criação, por Decreto, de uma Mesa Permanente de Negociações com o Sindicato para discutir e deliberar temas como o enquadramento e as perdas salarias de algumas categorias de servidores.

“O reajuste que anunciamos hoje é o resultado de uma negociação dura, mas respeitosa, que há pelo menos 60 dias estamos fazendo com o Sindicato, na pessoa do Valcir. Os dois aumentos, tanto o dos professores e técnicos quanto o aumento para as outras categorias, a priori, pode parecer pequeno, mas vai dar um impacto grande na Folha de Pagamento. Porém, dentro desse contexto de Mesa Permanente de Negociações, acredito que, melhorando a economia do Município, nós venhamos a renegociar esse reajuste. Eu tenho esse compromisso de pelo menos repor os índices inflacionários anuais. Nunca quis e não quero ficar nessa história de barganhar aumento com o Sindicato. O servidor público merece o máximo respeito e não quero transformar essas discussões em um “jogo”, por isso a criação da Mesa de Negociações Permanente”, explicou Jesualdo Pires, ao lembrar que o momento fiscal por que passa o Município e o Brasil não é dos melhores, “existem dezenas, centenas de municípios que passam por dificuldades grandes, não estão conseguindo pagar a coleta do lixo, a merenda, os fornecedores”, destacando que “não existe outro canal de interlocução entre Prefeitura e servidores senão o Sindicato”.

Questionado se a proposta feita pela Administração Municipal satisfazia ao anseio do Sindicato dos Servidores, Valcir frisou que “as negociações não começaram agora, já vem de um bom tempo. O entendimento a que chegamos não é totalmente o que reivindicamos, mas a gente compreende a situação do Município, a situação que o País

todo está passando. Vemos como uma grande conquista a aplicação do índice do piso nacional dos professores. Foi um pedido que fizemos e o Prefeito atendeu. Estou muito feliz com isso, eu sei o que é uma sala de aula, eu sei o que o professor passa. A gente tem que ter a responsabilidade de pedir, saber aquilo que a gente tá pedindo e os passos a serem dados para que aquilo venha a acontecer. Vejo com bons olhos a questão que o Prefeito falou, da Mesa Permanente de Negociações. Vejo que hora nenhuma a Prefeitura se furtou às negociações, ou seja, cada um fez sua parte como deve ser, o Sindicato buscando melhorias para os servidores e a Prefeitura, dentro das possibilidades, tentando conceder essas melhorias”.

 

01/09/2017

Fonte: ASCOM

Prefeitura Municipal de Ji-Paraná

Av 2 de Abril, 1701 - Urupá - Telefones: (69) 3416-4000 / 3411-4211
Ji-Paraná - Rondônia

Conteúdo: DECOM Departamento de Comunicação Municipal